Amar, verbo atemporal

Participo da antologia poética Amar, verbo atemporal (Rocco), organizada pela poeta e tradutora Celina Portocarrero.  O livro reúne 50 poemas de autores clássicos, nascidos entre os anos de 1623 e 1897, e mais outros 50 inéditos, de autores nascidos entre 1936 e 1989.

Eu, seminovo que sou, participo com um soneto. Daquele classicão mesmo.

Comente

Assunto poesia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *